Crônicas por dois.

http://cronicaspordois.wordpress.com

Primeiramente, como vai você que está acessando o Quarto dos Erros neste momento?. Eu espero que você esteja bem.

Bom, quando eu criei esse blog, nas antigas terras tupiniquins no ano de 2010, eu era um acéfalo. O que eu me lembro daquela época é que eu gostava de escrever, mesmo não sabendo (não que eu saiba agora), criei o blog por pura diversão, mas, mesmo com toda a merda que eu escrevia o pouco tempo de blog me rendeu bons momentos. Até hoje, quando eu abro a página de Quarto dos Erros, eu dou muita risada de tudo. De como eu era, do que eu escrevia, etc…

Desde sempre eu quis escrever um livro, agora, 4 anos depois eu resolvi começar a fazer isso. Atualmente estou com 17 anos, tomei vergonha na cara e comecei a escrever novamente. Não tenho muita experiência, confesso. Tudo que eu escrevo eu faço por pura paixão, creio que um dia eu venha a publicar um livro.

Atualmente, estou escrevendo histórias junto com a minha namorada. A primeira delas está sendo escrita neste blog:

http://cronicaspordois.wordpress.com

Se você está acessando esse blog, por favor, acesse esse link que deixo aqui. Sou um escritor, tudo o que eu desejo é ter minhas obras lidas.

Obrigado!

Atenção, atenção!

Este blog está em período de férias. Daqui a pouco eu volto.

Feliz 2012

Gostaria de lhes desejar um ótimo 2012 por que sou um cara muito legal, a menos que algum de vocês me deva dinheiro. Se esse for o caso, espero que o seu 2012 seja uma merda, e que você caia de cara numa grande e redonda bola de bosta de elefante.

Com licença!

Feliz natal

                                     O cara não sossega nem no natal mano.

Cereal estranho

                                                             Ta explicado

Fonte de vitamina C

                                      Depois engravida e não sabe quem é o pai….

Faltando dez dias para  o ano novo, decidi mudar o “visual“ do blog para 2012, também conhecido como “o ano em que eu vou tentar levar o blog a sério”.

Vamos rir da minha cara

Cá estou eu após varios meses sem um texto sequer aqui em casa (chamo o meu blog de casa, algum problema?), mas eu tenho um explicação: Ninguém lê essa merda.

Enfim, nesses meses muitas coisas aconteceram, tive um ótima experiência ao sair a luz do sol para encontrar amigos para fazer trabalhos da escola,  fizemos uma apresentação de teatro na qual tiramos 10, porém não foi o suficiente para me fazer passar em português. Fiquei de recuperação, inclusive agora, estou estudando e escrevendo esse pequeno texto ao mesmo.

Pessoa espertas conseguem fazer mais de uma coisa ao mesmo e….. MELHOR EU PARAR DE ESCREVER POIS ESSE TEXTO ESTÁ FICANDO MUITO PESSOAL.

Vou preparar uns textos pro gasparzinho ler, já que ele é o meu único leitor.

Nunca dê um computador para o seu filho.

Há alguns  anos atrás, numa época de gladiadores, numa época em que eu ainda tinha alguns poucos amiguinhos e passava minhas maravilhosas tardes jogando bola na rua — correndo o risco de morrer atropelado, graças a imprudência  dos motoristas do nosso país — e me socializando com fêmeas do sexo aposto.

Foi uma boa época,  interrompida no verão de 2008. Eu estava no auge dos meus 11 anos de idade quando meus pais resolveram me dar o meu primeiro computador (que por acaso é exatamente esse qual uso para escrever esse texto).

Parece que foi ontem. Meus pais estavam me levando para escolher um computador que me agradasse, mas no fim das contas, foram eles quem escolheram.

Eles nem imaginavam que esta máquina levaria o filho deles para o caminho da perdição, muitos menos que um dia ele faria um blog e relataria esse acontecimento, muito menos ainda, que um dia, ele trairia toda uma geração, dando motivos para que os respectivos pais não comprem computadores para suas crias, e os motivos são:

Leia o resto deste post

Você caiu numa armadilha.

Você acaba de entrar em um blog secreto, seu computador se auto-destruirá em 15 segundos.

 

 

 

Eu não tinha nada melhor pra fazer.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.